20.7.07

Música II

Hoje dei comigo, na necessidade de explicar umas coisitas sobre música ao meu amigo Tender, a perceber o que já esqueci. Quando fazemos algo durante anos que até gostamos, que consideramos importante, e que até vamos sabendo umas coisas..depois de deixarmos, de abandonarmos, esquecemos muita coisa. EU esqueci muito do conhecimento que fui adquirindo ao longo dos anos de estudo musical. Mas pergunto-me, valerá a pena esquecer? Não será para ti importante ensinares umas coisas aos teus filhos quando eles tiverem a idade que tu tinhas quando frequentaste as aulas de música? E não será para eles um orgulho tu saberes umas coisas de música, assim como é um orgulho para ti o teu pai saber, os teus pais te terem educado o ouvido desde criança?
A minha resposta é sim! A música é algo que adoro, e não só aquela que ouvimos na rádio, ou no mp3 ou seja onde for, toda a música, tudo o que está por detrás do resultado final...o como lá chegar. À melodia bela, ao ritmo que compõe a melodia. Se tenho ouvido porque desperdiçá-lo? Além da guitarrinha e da minha flautinha, vou procurar dedicar-me de novo ao solfejo. Às escalas maiores, menores, melódicas e harmónicas. Aos sustenidos e aos bemóis, ao dó ao ré ao si e ao sol, ao fá ao lá e ao mi. À semibreve, à colcheia, à semicolcheia, à semínima e à minima.. à clave de dó, de fá, de sol e aos compassos. Ao "movimento" andante, ao moderato, allegreto e ao allegro. Ao piano e ao pianíssimo, ao forte e ao fortíssimo. Ao Beethoven, ao Schubert, ao Mozart ao Vivaldi, Brahms... A tudo isto e mais além!
Porque a música é vida, e eu estou viva e preciso de vida!

1 comment:

Gifty said...

I'm doing it for music, i'm doing it for love... i'm doing it for everyone around me!

Gosto muito de tiiiiii, totó!